www.flickr.com
|

sexta-feira, março 24, 2006

Fause Haten - A versatilidade do luxo vem da 25 de março

Valor Econômico Ref: Estilistas - Moda Brasil Do fundo da loja de papai na 25 de março para uma "flagship store" na rua Oscar Freire. É a saga do Bom Retiro. "O menino que há 18 anos brincava com agulha e linha deu mais um passo", diverte-se Fause Haten. Ele inaugura em 25 de março - é de propósito, homenagem às origens - seu projeto mais ambicioso. Uma megaloja com mil metros quadrados, divididos em dois andares num dos pedaços mais caros de São Paulo. Apesar de fazer uma linha prêt-à-porter, Fause ficou conhecido por seus glamourosos vestidos de noite quando começou com a Der Haten. Mesmo quando estreou na pré-história do São Paulo Fashion Week, o então Phytoervas, eram os trajes de gala que apareciam. "Era uma fase de limbo da moda. Nada acontecia. Então se no fim do desfile você colocasse três longos, eram eles que ficavam na memória", diz. Ele foi o primeiro brasileiro a desfilar na Semana de Moda, 7th on Sixth, em Nova York e na Semana de Moda de Milão. Há dois anos, deu uma freada no processo de internacionalização da grife para investir no mercado interno. "Ficamos esse tempo todo aprimorando a qualidade do produto, acertando a distribuição para oferecer artigos de luxo", diz ele que hoje está em cerca de 200 pontos de venda pelo país. A superloja é um testemunho do crescimento da marca Fause Haten e da diversificação de produtos. Hoje, ele tem linhas fortes de masculino- representam 50% do público-, de acessórios e de jóias. Só de óculos Fause assina 150 modelos entre sol e receituário. Na ourivesaria, lança a cada semestre 50 peças, fabricadas pela Guilherme Duque. "Eu passei de estilista a dono de uma marca de prêt-à-porter de luxo."

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home